sexta-feira, 28 de março de 2014

If I buy you toys I get to see you use them?

Desafio - texto 10

Chego ao hotel à hora combinada. Exatamente como me disseste, 30 minutos antes de ti. Sítio recatado, bonito, com imenso bom gosto. Dirijo-me à receção e levanto a chave. Tento respeitar ao máximo o pedido feito por ti. Entro no quarto e desço um pouco as persianas. A penumbra torna tudo bem mais interessante. Vou à carteira e retiro os brinquedos. Espalho-os em cima da cama, tal como me tinhas dito. Sinto-me terrivelmente excitada, quero corresponder ao máximo a todas as tuas exigências. Gosto de homens com atitude e isso tu tens de sobra. Agrada-me. Gosto de receber ordens que sejam na medida exata. O telemóvel apita a chegada de uma sms. Tua. Leio e sorrio. O antecipar de toda a situação deixa-me ainda mais molhada. Tal como me ordenaste, dispo-me. Tenho uma vontade louca de me tocar. Ânsia de me vir. Olho para os vibradores que parecem todos sorrir para mim. Verdadeira tentação! Uns orgasmos agora iam mesmo bem, penso. Ainda enfio um e outro dedo, acalmando um pouco a tensão que sinto. Rapidamente lembro-me do que me disseste. Retiro os dedos de dentro de mim e cheiro-os. Não resisto a provar-me. Sorrio só de pensar em possíveis cenários. Quero-te comer, quero que me comas, eu sei lá que mais. Sou inundada por um sem número de pensamentos. Todos indecentes.  Fico com receio de ficar pela metade dos meus planos, tanta é a ânsia de querer tudo. Dirijo-me à porta e deixo-a destravada. Foi o combinado. Verifico mais uma vez o telemóvel e coloco a água a correr. Bem quente. Entro no duche. O escorrer da água pelo meu corpo, o passar das minhas mãos pelas mamas, por ela, tudo me excita.  Estou no ponto certo. Deixo-me estar assim com a água a cair no corpo. Sinto por demais a necessidade de a foderes. Vou-me acalmando com toques soltos de intensidade variável e não  noto a tua chegada. Lentamente despes a roupa. Estás absolutamente deliciado com o cenário que encontraste. Nua, totalmente disponível, de costas para a entrada e a  masturbar-se. Estás francamente excitado. Visualmente excitado. Entras no duche e encaixaste por trás, apertas-me contra ti. Agrada-te o ambiente quente e húmido que nos envolve. Debruças-te ligeiramente sobre mim e beijas-me o ombro. Mordes-me. Trincas-me com força. Gemo no meio de alguns protestos.  Afastas-me o cabelo molhado com os dedos. Puxas-me por ele fazendo-me dobrar a cabeça para trás enquanto a tua boca se dedica a devorar o meu pescoço. Começas com a ponta dos dedos a percorrer o meu corpo, bem devagar. Sentes a textura da minha pele molhada. As curvas, o sabor, o cheiro. Prendes-me os braços e impedes-me de me mover livremente, ao mesmo tempo que os teus pés afastam os meus deixando-me completamente aberta à tua disposição. Vitorioso sussurras-me ao ouvido "Estás pronta puta? A nossa brincadeira vai começar! Agora!"


8 comentários:

MissM disse...

Brincadeiras viciantes para corpos gulosos e quentes que a agua não acalma!! ;-)
Beijo

Imprópriaparaconsumo disse...

Um quarto de hotel, uns brinquedos, corpos quentes e prontos um para o outro...
Muito bem escrito!
Um beijo em ti e outro na autora:)

Duckman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Shiver disse...

Let the show begin :)

Bruno Soares disse...

Belo texto, parabens :D

Jorge disse...

Até o cacete lateja...

Legionário disse...

Uma obra de arte, mesmo incompleta, não perde o seu valor estético

Baby Suicida disse...

Texto maravilhoso! Tenho dito.
obrigada!