quinta-feira, 31 de outubro de 2013

só não fode, quem não quer


Mais uma teoria de bolso aqui da vossa Adelaide (nome sugerido pelo nosso Leão da Estrela, gostei!).  Atentos ao histórico;
 "No inicio do século a sexualidade ainda era assunto proibido e pouco divulgado, tanto é que Freud teve que transpor uma série de tabus sociais do período para poder divulgar os seus trabalhos científicos que buscavam ampliar o entendimento da sexualidade humana e as suas múltiplas facetas, até que houvesse uma aceitação dos seus trabalhos como uma referência científica do funcionamento da mente." 
Seria Freud um grande maluco que se emaranhava em altas festarolas de índole sexual, para que, as suas teorias, para além de as comprovar cientificamente, as compadecesse em própria pele? Ele era uma faceta! Ficam as aspas...
Bom, mas os prazeres da carne viveram jubilo nos gloriosos anos 20, anos dourados, das pérolas, dos vestidinhos escorridos, bom chamariz ao apetite sexual, acompanhados de muito absinto. Tal como a revolução sexual dos anos 60, muita maluquice uma liberdade perfumada a erva, as roupas soltas e coloridas, liberdade de movimentos e de exploração. E é bem resumido, porque isto não é uma aula de história da mentalidade.
Eis que rodamos o calendário e estamos propriamente nos primeiros anos deste novo século. O que temos? Que Freud´s se apresentam à teoria? Que drogaria ajuda à libertação da mente e do corpo, que nos dê largas ao acontecimento, soltando-nos dos condicionalismo, que se queira ou não, está-nos lacrado à carne, quando mergulhados em água de nome benta! 
Hoje, só não fode quem não quer. Acompanhados de elixir de todo o tipo, líquidos, snifados, mastigados, introduzidos em qualquer orifício corporal. Confesso que os O.B encharcados de whisky na nossa senhora da Agrela, que eu sou católica, me baralha o sistema!
Nada mudou, a malta quer é cegada! A tecnologia avança fornecendo somente novas ferramentas. Fiquem atentos!



12 comentários:

Leão da Estrela disse...

Pois sra d.ª Adelaide, a mim, um belo dum tinto à temperatura ideal, é-me o bastante para a função.
Desde que a "adversária" esteja à altura (e à largura, já agora!) :))

Tome lá, devagarinho, tá bem?...

Baby Suicida disse...

Olha, também alinho num tinto ou num tinto verde! Assim só porque sim e depois vamos à festa!

Apertos suaves, como tu gostas ;)

Leão da Estrela disse...

Sempre vamos?
Bute! :)))

com calma...

Baby Suicida disse...

Com tanta calma perco-me no caminho ou na boleia...

Aperto!

Leão da Estrela disse...

Nunca ouviste dizer que a pressa é inimiga da perfeição? :))

Comigo nunca te perdes, garanto-te! ;)

xilre disse...

Para uma Baby Suicida, Adelaide parece um nome inteiramente adequado. :)
O que eu mais gosto em Freud (e que pouca gente conhece) é que ele era um profundo conhecedor da lampreia, de quem estudou o sistema nervoso. Estou mais em sintonia com essa vertente do velho maníaco vienense do que com outra qualquer. :)

Boa noite Adelaide (não Ferreira, espero) :)

Baby Suicida disse...

Boa a noite X, muito lisonjeada por sua presença a este espaço.
Aqui drunfamos umas pílulas fora de prazo e arrotamos geralmente em seco.

O Freud era um senhor de barbas drogadíssimo, já em pequeno não largava a teta da leiteira lá do sitio dele. Já as lampreias aqui por casa é mais no natal, que a família para além de nervosa é gulosa!

Apertos como tu gostares e cá estamos, sempre à tua espera.

Dear Zé disse...

Caríssima Adelaide,

Eu diria que haja vontade e tudo se arranja (fode). mais de resto, não sou muito apologista de drogarias. Se calhar lá hei de chegar, mas por hora vai tudo au naturel.

Aperto de boas noites. :))

Baby Suicida disse...

Dear, fico feliz de saber da tua boa saúde. Vejo que é da boa e dá para vender!
Que seja tu um "au naturel" bem melhor que as conservas de atum "au naturel", pois que não me agrada. A coisa fica seca! Nada melhor que as clássicas carregadinhas a óleo, que eu cá gosto da sardinha e atum bem gorduroso!

Aperto junto a esse casaco de ganga, que é coisa de seres giro de peito!

Leonardo Lobo Filho disse...

Ola, visitando seu blog!
bem bacana!
Visite o meu!
www.seximaginarium.net
LEO

Shiver disse...

Sempre ouvi dizer que quando não se sabe o porque,Freud explica :)

Baby Suicida disse...

O freud foi vender alhos para a praça das cebolas.
Queres tu explicar???

:P

Aperto com vontade.